Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

domingo, 29 de novembro de 2009

Advento.

Entrámos hoje no Tempo do Advento. Tempo carregado de mistério, ou melhor, que traz no seu ventre O Mistério.

Tempo de Esperança, de espera, de expectação. Como essa Festa que aí vem para a semana - a 8 de Dezembro, quando se presta pública homenagem à Padroeira de Portugal, Nossa Senhora da Conceição.

Na época mais bela e tocante de todo o ano vamos procurar purificar os nossos corações.

Etiquetas:

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Esperança adiada.

Porquê, Jesus, esta impossibilidade tão humana de não Te poder agarrar, abraçar, sentir-te fisicamente? Agora, aqui, neste momento, quando preciso de Ti, do teu aconchego, enquanto aqui estou, no meu escritório, nesta noite chuvosa que já vai longa, quando a melancolia e a ansiedade me penetra e vence, porquê esta tão humana impossibilidade? Bem sei que não sou digno de Te ver, como os Santos, pois não passo de um pobre pecador... Mas porquê esta espera infinda? Porquê esta esperança adiada apenas para um dia em que o meu corpo perca todas as suas forças e caia desamparado no chão?

Que solidão e angústia, Jesus!
Nota: foto de Carla Salgueiro - " Um dia entardeceremos como as árvores". Com a devida vénia.

Etiquetas:

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

O Cinema é uma paixão.


Neste tempo já algo agreste, as noites convidam a ficar em casa. São propícias à leitura e ao visionamento de belos filmes. Aqueles que já estão esquecidos, ou que, desgraçadamente, nunca serão descobertos pela actual geração.

Como disse François Truffaut (assim mesmo, em inglês), " film lovers are sick people"...

Etiquetas:

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

A "gafe" de Noronha de Nascimento.


O Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Noronha de Nascimento, afirmou, a propósito das escutas que envolvem o primeiro-ministro no processo "Face Oculta", que "a competência de um tribunal é definida pelo próprio tribunal".


Tem piada! E eu a julgar, ao invés, que era a própria lei a definir a competência de cada tribunal!


Mas o homem não é Conselheiro? Por acaso... "in casu", até se revelou um "óptimo" conselheiro!

Etiquetas:

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

A Vida dos Outros - Das Leben der Anderen


No vigésimo aniversário da queda do Muro da Vergonha, muito já foi dito. Atente-se nos excelentes textos que têm vindo a ser publicados no Jornal “O Público”.

Apenas deixo aqui um alerta para a imperiosa necessidade de visionarmos o excelente filme A Vida dos Outros. Retrata a (felizmente) defunta RDA através da figura de um oficial da Stasi, personificado pelo actor alemão Ulrich Muhe, que nos oferece um papel assombroso na subtileza com que vai expondo a sua desilusão pelo sistema, face à corrupção moral dos seus superiores hierárquicos.

O amor, a política, a traição, a tragédia pessoal e colectiva. Na FNAC, passe a publicidade…

Etiquetas:

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

A recorrente questão dos Crucifixos: será que posso?...

Os doutrinadores do Iluminismo julgaram que poderiam apagar do coração dos Homens todo o sentimento religioso, a ideia de Deus. Assim também o tentou o comunismo ateu. Assim o tentaram os agora tão incensados republicanos de 1910 (que conduziram ao 28 de Maio...).

Em vão. Estão condenados ao fracasso todos aqueles que professam o laicismo como a nova ideologia a ser imposta à sociedade.

Seria, caso por absurdo vencessem as suas teses, vertidas em lei, a ditadura de alguns sobre uma esmagadora maioria do tecido social.

O laicismo é inimigo da Fé, considera esta como uma ameaça e, assim, tenta reduzi-la a um espaço rigorosamente privado. Essa associação de meliantes, de carbonários, maçónicos e ateus militantes, inimigos de Deus, de Portugal e dos Portugueses, que dá pelo nome de "República e Laicidade", vem de novo, a "reboque" da novel decisão do Tribunal Europeu dito dos Direitos (?) do Homem, exigir a retirada de todos os Crucifixos das escolas portuguesas.


Deixo hoje aqui uma dúvida: será que posso colocar aqui, nesta humilde folha, a imagem de um Crucifixo sem que tal gesto ofenda o Estado Laico?

Etiquetas:

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Hoje é dia de LER...


Hoje é dia de LER...

Etiquetas:

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Velhos Relógios no Dia dos Fiéis Defuntos.


Deixei ontem, numa ourivesaria das Amoreiras, o meu " Tissot ", já com uma década, para uma " limpeza" à respectiva máquina.

Para hoje escolhi um velhinho "Cauny Prima", modelo afiançadamente "De Luxe", como se encontra gravado no verso do mesmo. Curiosamente, um luxo que nada tem a ver com o significado da palavra nos dias que correm... hoje, "luxo" quer dizer isso mesmo: luxo! luxo em todo o seu explendor.

Redondo, dourado, com um pequenino ponteiro dos "segundos" muito rápido e nervoso.

Dei-lhe corda, acertei-o e olhei bem para ele: ainda conserva todas as suas peças originais, o vidro forte com um risco bem visível... mas não lhe retira a beleza, pelo contrário, confere-lhe aquela "patine" dos Tempos idos...

E penso agora que o usei no pulso precisamente numa data tão especial: Dia dos Fiéis Defuntos. Há coincidências...

Com efeito, este velho relógio pertenceu ao meu pai ou ao meu avô João, já não posso precisar pois que inadvertidamente os "misturei" - ambos tinham o seu "Cauny"...

De quando em vez chamo-os à vida. Dou-lhes corda. É o acto possível que este pobre mortal pode fazer. Só Deus sabe onde os seus anteriores "proprietários" (somos donos de alguma coisa?) estão! Espero que na Sua Luz, pois acredito na Bondade d' Ele. Acredito com tanta força como aquele Centurião romano que, dirigindo-se a Jesus, Lhe disse: " Senhor, meu servo está de cama em minha casa, ficou paralítico e sofre horrivelmente. Jesus lhe disse: "Eu vou lá curá-lo". Respondeu o Centurião: Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha casa. Dizei uma só palavra e meu servo será curado. Pois eu sou também um subordinado e tenho soldados às minhas ordens. Eu digo a um: Vai, e ele vai; a outro: Vem, e ele vem; e a meu servo: Faze isto, e ele o faz ".


Resta-me, pois, a delicadeza deste "Cauny" que continua a trabalhar com o seu tique-taque imperceptível, tão imperceptível quanto o Tempo que ele marcou para aqueles que já não estão presentes.
///
Nota I: na foto, um "Cauny Prima" mas com calendário. No resto, igual na sua beleza.
Nota II: descoberta esta foto no blog " Santa Nostalgia". Com a devida vénia.

Etiquetas:

domingo, 1 de novembro de 2009

Todos-os-Santos de Deus.



A nossa história pessoal não é perceptível nem racional (para nós próprios) sem a construção de um projecto intimamente ligado a Deus, Deus esse que já muito fêz na nossa vida.


Celebrar a Festa de Todos-os-Santos é ter em mente todos aqueles que nos acompanham no Céu. E o Céu é.... ver a Deus.

Etiquetas:

Salazar: A Political Biography.





"Salazar: A Political Biography" , by Filipe de Menezes.



Acaba de ser editado em Washington...

Etiquetas: