Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

Somos Insubstituíveis!


Estava eu de volta do contencioso administrativo e, ao mesmo tempo, pensando nos tempos conturbados que aí estão perante nós, homens perplexos pelo grau de complexidade que a nossa sociedade tomou. E lembrei-me, como sempre, do "meu" Marcello Caetano. Cada um de nós é insubstituível e, quem disser o contrário, mente.
Como faz falta um espírito disciplinado rigoroso e honesto neste nosso Portugal de hoje!

2 Comments:

Blogger Cleopatra said...

Honesto. Sim. Lembro-me que tinha essa imagem dele.

sábado, janeiro 27, 2007  
Blogger Cabral-Mendes said...

Na verdade...

domingo, janeiro 28, 2007  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home