Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

sábado, 6 de janeiro de 2007

Das nossas devoções II - No primeiro Sábado do Mês...



Corriam os negros anos vinte em Portugal. A República ateia espalhava os seus erros na Nação Fidelíssima…

No dia 10 Dezembro de 1925, a Santíssima Virgem apareceu à Irmã Lúcia, em Pontevedra, tendo a seu lado o Menino Jesus.

Pondo-Lhe uma das mãos no ombro, mostrou-Lhe, com a outra mão, o Seu Coração rodeado de espinhos.

O Menino Jesus, apontando para o Coração, disse-lhe:

"Tem pena do Coração de tua Santíssima Mãe, que está coberto de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos Lhe cravam, sem haver quem faça um acto de reparação para os tirar."

A Santíssima Virgem prometeu, naquele momento, que todos aqueles que durante cinco meses seguidos, no primeiro sábado, se confessarem, recebendo a Sagrada Comunhão, rezarem um terço e Lhe fizerem quinze minutos de companhia, meditando os quinze mistérios do Rosário, com a finalidade de A desagravar, Ela assisti-los-á na hora da morte, com todas as graças necessárias para a salvação das suas almas.

A chama do Vosso Coração, Maria, desça sobre todos nós, teus filhos!

“Deixemos-nos guiar por Maria. O seu Coração Imaculado seja o nosso refugio e o caminho que nos conduz a Cristo” (João Paulo II, Alocução de 17/5/2000.)

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home