Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

domingo, 28 de janeiro de 2007

Por uma cultura da Vida!


Portugal necessita, antes do mais, de uma política de fomento da natalidade e de real apoio à maternidade, com um Código do Trabalho mais “amigo” da mãe trabalhadora, e não de políticas que visam precisamente desígnios contrários, e que são reflexo da tão falada “cultura da morte” que, nesta Europa, que já foi verdadeiramente cristã, se vai espalhando como uma peste negra…


Hoje, em Lisboa, Caminhada pela Vida!


Aqui:

http://www.caminhadapelavida.org/

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home