Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

terça-feira, 23 de março de 2010

O que falta às lusas?


A propósito das “quentes” brasileiras e das “mornas” portuguesas, e das "consequências negativas" que daí advêm:

"Diagnóstico" da Margarida (Criativemo-nos):

"Falta às lusas o candomblé (heresia, heresia, C.M.!!), o jogo-de-cintura, a arte no varão, a lingerie em vez da bata, o salto alto, a pele cuidada. O riso constante. O sotaque mimalho; a devoção em fazer o cavalheiro o centro do universo. A hiper-sensibilidade ao toque. A liberdade moral. A disponibilidade corporal. O mistério transcendental. "


Matéria de reflexão, com efeito.

Etiquetas:

12 Comments:

Blogger Margarida said...

Temas profanos" sem dúvida...
E nem falei do 'cafuné'...
;)

terça-feira, março 23, 2010  
Blogger C.M. said...

;)

terça-feira, março 23, 2010  
Blogger joaquim said...

As generalizações são sempre muito complicadas, mas enfim!

Dito isto, pois talvez falte tudo isso e ainda outras coisas, mas talvez ganhem em dignidade, em veracidade, em essência feminina séria, em respeito e consideração, em maternidade, em intervenção social e desculpem-me mas realmente, realmente não acho que lhes falte nada do que têm as brasileiras.


Um abraço

terça-feira, março 23, 2010  
Blogger redonda said...

Não falta nada! Como não falta nada aos lusos.
Bom é haver diversidade e há gostos para tudo :)

terça-feira, março 23, 2010  
Blogger Margarida said...

Joaquim, se me permite, creio que falta, sim. Somos um povo bem mais tristonho, as mulheres são criadas (ou eram, porque nos dias que correm...) com preceitos associados ao recato e ao pudor que muito as reprimiram social e pessoalmente. Isso ainda hoje se reflecte na 'culpa'. A moral judaico-cristã não temperada com outras vivências, tanto em crença como em mundo, contribuiram para a realidade que ainda é a dos dias de hoje. Somos bastante mais conservadoras e críticas. E não nos cuidamos tanto quanto elas. Sei de experiência porque tenho amigas brasileiras que dão um ênfase ao 'look' que só mais recentemente por cá começou a ser adoptado.
Não são apenas elas mas todo o povo, que é caloroso e folgazão como, de facto, não somos. Basta ver o Carnaval deles e comparar com o de cá. Tanta coisa nos une e tanta nos separa e não, não é só o mar.
:)

terça-feira, março 23, 2010  
Blogger joaquim said...

Margarida

Sem entrar em polémicas, para as quais não me sinto capacitado, embora já tenha uma vida relativamente longa e "bem vivida", quero apenas dizer-lhe que acho que a comparação não deve ser feita.

Embora as raízes sejam quase idênticas somos povos diferentes, com vivências diferentes, com culturas diferentes e com climas diferentes.

As Portuguesas ao pé das mulheres Esquimós poderiam levar á mesma comparação que aqui fazemos com as Brasileiras.

Vivi muito tempo em África e por isso percebop essas diferenças.

Se as Portuguesas fossem como as Brasileiras, os Portugueses teriam de ser como os Brasileiros, porque se não a coisa não iria combinar, se é que me faço entender.

Acho que não é melhor, nem pior, é assim!

Eu pessoalmente, não deixo de apreciar as Brasileiras, mas prefiro as Portuguesas, e isto não é "graxa".

Um abraço

terça-feira, março 23, 2010  
Blogger C.M. said...

Adorei todos os comentários aqui produzidos pelos meus amigos(as).

Creio que todos detêm um pouco de verdade e razão...

Abraço Joaquim; Bjs Margarida e Redonda.

quarta-feira, março 24, 2010  
Blogger Klatuu o embuçado said...

Que cretinice...

sexta-feira, março 26, 2010  
Blogger C.M. said...

Klatuu, constato que não tem sentido de humor...

sábado, março 27, 2010  
Blogger Klatuu o embuçado said...

De facto; o putedo até me faz rir, porém não me diverte.

domingo, março 28, 2010  
Blogger Klatuu o embuçado said...

... E se essas «virtudes tropicais» faltam às Lusas - espero que assim continuem.

domingo, março 28, 2010  
Blogger maria said...

achei fantástico e como mulher lusa agradeço aos homens lusos que aqui se manifestaram e que mais ou menos em bom português definiram o que acham dessas e das lusas.
um bom dia para vós
maria de são pedro

terça-feira, março 30, 2010  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home