Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

domingo, 21 de março de 2010

Dia da Poesia?


Neste dia declarado oficialmente "Dia da Poesia", passei o dito de modo prosaico: em casa, de volta de umas contra-alegações de recurso: bonito, não é? Isto é que é viver!


Enfim, vou sair daqui a pouco e ainda participar da Santa Missa, ali na Igreja de São Nicolau, às 22H, a ver se espanto os meus fantasmas, e esta sensação de inutilidade de tudo isto... destas vidas presas e que querem voar... além, onde o sol nasce...

Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home