Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

domingo, 30 de dezembro de 2007

"Call Girl"... e o País das amplas liberdades e... das (falsas) virtudes "democráticas"...


Não resisti. Em lugar de ter assistido à intervenção do meu amigo Coutinho Ribeiro no “Porto Canal”, acerca da liberdade de fumar (e outras liberdades actualmente ameaçadas…) fui às Amoreiras ver o filme do António-Pedro Vasconcelos, “Call Girl”.

Este retrata fielmente a actual realidade portuguesa: um País de corruptos e de corruptores, desde o simplório autarca ao Ministro, passando pelo Director da Judiciária… nada de novo, com efeito…

Afinal, o que fez o 25 de Abril ao nosso País? Está melhor? Tem melhores políticos? Não existe desemprego? Os salários são iguais aos praticados na nossa (?) União Europeia? Os cuidados de saúde estão ao alcance de todos? O ensino não está degradado? A Justiça está melhor? A economia está a crescer a 10% ao ano como nos anos sessenta e setenta?

O interior do País não está abandonado à sua "sorte"?

O Estado ainda existe?



Nota: a foto foi retirada do "site"

7 Comments:

Blogger ferreira said...

O Estado confunde-se com o Governo e com o partido do poder, cada vez mais.E com os amigos e clientes daqueles.Uma vil tristeza, enfim...

É habitual ver cinema uma vez por semana.Adoro cinema.Todavia cinema português não me atrai.Este ano vi o 'julgamento'.Gostei.E apreciei o que o Cabral-Mendes escreveu sobre este filme.Vou vê-lo em 2008.

Por falar em 2008 desejo-lhe um grande e feliz ano novo.Saúde, paz, amor e sucesso profissional.Extensivo, óbviamente , aos entes queridos.
Um grande abraço

segunda-feira, dezembro 31, 2007  
Blogger Cabral-Mendes said...

Obrigado, Amigo Ferreira. Igualmente lhe desejo as maiores venturas no plano pessoal e profissional.

Um Abraço muito sentido.

terça-feira, janeiro 01, 2008  
Blogger Cleopatra said...

CM, ouviu o discurso do PR??

As melhoras da gripe.
Ups, as suas melhoras! As da gripe não!

quinta-feira, janeiro 03, 2008  
Blogger Cleopatra said...

Voltei só para dizer que, realmente, o site onde a Soraia foi colocada, com namoros fáceis e outros títulos... bem,,...também é demonstrativo do País em que vivemos!POIS!

quinta-feira, janeiro 03, 2008  
Blogger Cabral-Mendes said...

Cara Cleo, o discurso de Cavaco Silva demonstra bem o País em que vivemos actualmente: um País em crise - ao contrário da visão de Sócrates, que fez um auto-elogio aquando do Natal.

Cavaco alertou para as desigualdades sociais, nomeadamente quando focou a disparidade de rendimentos entre “CEOS” de empresas face aos salários médios dos seus próprios trabalhadores. A “malta” do PCP não diria melhor…


Alertou para as reformas na saúde, que ninguém compreende…

Alertou para o desemprego… para a miséria que vai no ensino…

Focou a corrupção…

Infelizmente focou de modo negativo a Justiça: mas que mais podem fazer os Magistrados, que se “matam” a trabalhar sem nunca verem diminuir a pendência processual? E ganham uma ninharia...Qualquer "Zé" que tanha uma "tasca" de bairro ganha muito mais...

Enfim, no enquadramento geral, um bom discurso, sem demagogia, e com diagnóstico em geral correcto (tirando a Justiça… mas eu sou suspeito…).

Quanto ao "site" da Soraia, de facto, ela mereceria melhor mas... o "pessoal" para ser conhecido também se sujeita...

Obrigado pelso votos. Estou cá a fazer um sacrifício! A olhar para os papéis e sem cabeça para decidir...

sexta-feira, janeiro 04, 2008  
Blogger Cleopatra said...

Qualquer "Zé" que tanha uma "tasca" de bairro ganha muito mais...


Qualquer secretariazeca de qualquer secretario...ganha mais!

sábado, janeiro 12, 2008  
Blogger Cabral-Mendes said...

Isto é um País adiado... só distorções a todos os níveis...

sábado, janeiro 12, 2008  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home