Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

quinta-feira, 15 de março de 2007

Coisas da vida...


Ela anda muito muito cansada… a vida, hoje em dia, é tão agreste para nós, simples mortais! …
Ontem, como de costume, deitei-me tarde. Ela já dormia, com o seu suave rosto de anjo pousado na almofada, os doces cabelos nesta espalhados… mas detectei um traço de preocupação nele… Fiquei ali, junto à cama, a olhar para ela, as mãos juntas numa prece... numa súplica ao meu/nosso Deus, ao nosso doce Jesus que nos tem amparado nestes anos todos, tão duros… que a Sua Sombra nos cubra e nos guie na Sua direcção…
E mais não escrevo que eu hoje estou muito emocionado…

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home