Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

domingo, 4 de fevereiro de 2007

Prece fundamental...


Na noite passada, na Igreja de Santo António, durante a nossa vigília em intenção do primeiro Sábado do mês, ali aos pés do Senhor, com a companhia consoladora do Frei Armindo, ali a meu lado, falou-se que cada um de nós poderia dizer aquilo que lhe vai no coração…uma oração… uma prece… lembrei-me, na altura, de uma prece, breve, mas porventura fundamental. Não a disse, talvez por pudor, não sei… mas aqui está ela:

Senhor, que nós todos que Te seguimos, e que Te procuramos com a ansiedade que só Tu conheces, possamos um dia não só alcançar o Teu Mistério mas e sobretudo nele também permanecer, na Tua companhia e de Tua Mãe. Apesar dos nossos erros… pois na Tua Misericórdia confiamos, Senhor!

É o que queremos, é o que nos basta. Na direcção desse Mistério caminhamos…

2 Comments:

Blogger ferreira said...

Gostei da prece. E agradeço sempre a quem me ajuda nesta nossa caminhada.

terça-feira, fevereiro 06, 2007  
Blogger Cabral-Mendes said...

Obrigado pelas suas palavras, Amigo!

terça-feira, fevereiro 06, 2007  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home