Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Sôbolos Rios Que Vão... I



O novo romance de António Lobo Antunes é belíssimo! E já vai na 3ª edição! Afinal, os portugueses ainda são capazes de se alhear desta política prostituída!


O pequeno livro é um olhar de frente a morte a partir da (nossa) vida e... não nos deixarmos cair de joelhos perante ela.


Decididamente, e apesar de franciscano (ou tentar sê-lo...), não consigo, como o fêz São Francisco, chamar à Morte de irmã...

À propos, esplendorosa esta foto do António... este António que ainda hoje ama tanto o seu avô... como eu... até ao último suspiro...

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger redonda said...

Trouxe-o comigo ontem, mas ainda não o comecei a ler.

quinta-feira, novembro 04, 2010  
Blogger C.M. said...

Vamos a isso!

domingo, novembro 07, 2010  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home