Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

quarta-feira, 12 de março de 2008

"MANIF" do Governo...


Desprezo esta III República, moribunda e putrefacta. Por isso, não gosto de abordar temas políticos da actualidade.

Mas desta feita não posso deixar de ironizar sobre o tema:

Vai haver, no próximo Sábado, uma reunião/comício/manifestação (como queiram) do PS, na cidade do Porto.

Estou com receio que a PSP irá, de norte a sul do País, indagar, candidamente, junto de cada delegação do PS, quantos militantes neo-liberais, perdão, “socialistas”, tencionam ir à MANIF do Porto.

Portugal está cada vez mais parecido, nos métodos políticos (e, já agora, na miséria) com a América Latina.

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger ferreira said...

Serão assim tão pouquitos, Cabral-Mendes!?Eu faço como Vxa faço que não é nada comigo, não ligo nenhuma,muito embora cá por dentro...Mas haja alegria que pior não há-ser.

quinta-feira, março 13, 2008  
Blogger Cabral-Mendes said...

Pior... já batemos no fundo, caro amigo...

quinta-feira, março 13, 2008  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home