Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

quarta-feira, 22 de novembro de 2006

Da Santa Infância de Maria: Apresentação de Nossa Senhora.


Ontem, terça-feira, 21 de Novembro, celebrou-se a Festa da Apresentação de Nossa Senhora.

Nossa Senhora, sendo judia, foi levada, com três anos, por seus pais, São Joaquim e Sant'Ana, ao Templo, para ser consagrada a Deus e ali ser educada. Com efeito, Ela foi preparada, desde o início da Criação, para ser a Mãe de Jesus, o primeiro templo em que Este habitaria.

Celebrar a memória da apresentação da Virgem Maria, é comemorar a vida daquela que Deus escolheu como Mãe de seu filho e como Mãe da Igreja.

O sentido mais profundo desta festa leva-nos a considerar a doação que Maria (nome tão lindo!) fêz do seu próprio corpo, consagrando toda a sua pessoa ao Senhor, e fazendo com que através Dela, o próprio Deus se tenha tornado homem e tivesse vindo habitar entre nós. Com efeito, bem exclamou o Anjo Gabriel: “Salve, ó cheia de graça, o Senhor está contigo” ( São Lucas, 1-28). E, na verdade, Ela sempre nos disse, desde as bodas de Caná: “ Fazei o que Ele vos disser!” (São João, 2-5).


Recordo aqui as belas palavras de João Paulo II:

"Se Jesus é a Vida, Maria é a Mãe da Vida.

Se Jesus é a Esperança, Maria é a Mãe da Esperança.

Se Jesus é a Paz, Maria é a Mãe da Paz, Mãe do Príncipe da Paz."



Nota: a imagem representa Sant´Ana e Nossa Senhora Menina. Madeira policromada, Séc. XVIII.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home