Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

sábado, 28 de outubro de 2006

O País triste.


A vida está difícil. As pessoas são más, mesquinhas. Vivemos num País no qual, nos dias que correm, tudo é nivelado por baixo. Não se dignifica o saber, o trabalho que exige muitos e muitos anos de estudo. E o requinte e a distinção, uma certa elegância na vida são conceitos completamente arredados desta actual sociedade.
Falta-nos uma ética aristocrática, que se oponha à vulgaridade!

Este fim de semana está com sabor um pouco amargo. Afinal, no actual regime, supostamente pleno de "virtudes", vivemos num País claustrofóbico.

Que pena não poder emigrar!

3 Comments:

Blogger ferreira said...

Caro Dr. Cabral-Mendes tenhamos esperança na humanidade. Coisas boas de todos os dias: os amigos, a familia,tomar um duche quente pela manhã, o pôr do sol, ver nascer o sol, passear na praia,ler ( a próposito gosta das crónicas do Frei Bento , no público? ) e mais...muito mais.
Somos todos humanos e irmãos, e todos temos boas e más inclinações.
Um Abraço

segunda-feira, outubro 30, 2006  
Blogger Cabral-Mendes said...

Caríssimo, obrigado pelas suas palavras. De facto, o homem é capaz de gestos fantásticos mas quando lhe dá para a asneira!...

Quanto ao Frei Bento Domingues, gosto de o ler, bem como o Padre Anselmo Borges, que escreve no DN aos Domingos.

São oásis neste deserto “politiqueiro”.

Um abraço!

terça-feira, outubro 31, 2006  
Blogger Cleopatra said...

CM, aqui só para nós muito baixinho, e depois apague, levou o Pravda à missa consigo??!!;-)))))

quarta-feira, agosto 06, 2008  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home