Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

quarta-feira, 18 de outubro de 2006

Cobre o Outono as nossas Almas...



As estações renovam-se ano após ano…elas aí estão sempre à nossa espera…tal como as ondas do mar que, na sua doce cadência, eternamente aguardam a nossa visita, sempre prontas a virem beijar os nossos pés…

Mas nós não somos eternos para esta vida de azul de mar… perante a morte, não há consolo possível…

Adormecemos assim as nossas dores em Jesus Cristo, na esperança que Ele tenha Misericórdia de nós e nos acolha no nosso último suspiro, perdoando os nossos erros, as nossas inabilidades...
A propósito, percorro, muitas vezes, com a memória, as etapas da minha existência, e revejo as pessoas com as quais desejaria ter tecido uma outra história. Hoje, teria sido tão fácil!

Mas eu não era nada hábil ao tempo…

São lembranças de alguns (poucos) momentos felizes, e de muitos factos marcados pelo sofrimento. Mas, a mão providente e misericordiosa de Jesus acudiu-me. Dou-Lhe assim graças pelos dons e oportunidades que Ele me concedeu, para que na minha vida se fizesse Luz! A Sua Luz!

Hoje, festa de São Lucas, a antífona da Comunhão diz-nos que “O Senhor enviou os seus discípulos para anunciar aos povos da terra: está próximo o reino de Deus”.

Mas, até lá, como temos de padecer neste mundo tornado sem sentido pela maldade do homem!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home