Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

sábado, 27 de agosto de 2011

"A rapariga errada"




"Gostas de sentir os teus pés sobre a areia fina. Gostas de te afastar dos lugares ocupados pelas famílias (...). Gostas de sentir os teus pés sobre a areia e vais para longe, para o fim da praia. Gostas de ficar ali sentada, os braços a abraçarem as pernas dobradas, a olhar o mar. A confirmar que duas ondas nunca são exactamente iguais durante milénios e milénios (...)".
(negrito meu)



Pedro Paixão, "a rapariga errada", 1ª edição Junho 2011, Editora Impressão Digital. Com a devida vénia.






Ainda existem escritores que traduzem o que nos vai na Alma... confesso que sou um incondicional de Pedro Paixão. Só lamento ele não ser crente... tal transparece dos seus romances. Mas porque será que o excesso de lucidez para as coisas deste mundo por vezes "rouba" o lugar à Fé? Tal não é incompatível...bem pelo contrário, ter lucidez implica possuir a humildade suficiente para que possamos reconhecer que tudo devemos a Deus e d'Ele tudo esperamos.



Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Margarida said...

:)Tem fé, sim, ele é que gosta de despistar o próximo. Diverte-se (às vezes) com a perplexidade criada (como aqui tão bem se viu).
Tem uma fé imensa e imorredoira.
Assim eu a quisera também, tanto para mim, como para si, que às vezes vacila...
;)

sábado, setembro 10, 2011  
Blogger C.M. said...

Olá Margarida!

A propos: não não vacilo... ou melhor, creio bem que deixei de vacilar de vez, apesar deste meu fraco ser...

domingo, setembro 11, 2011  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home