Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

domingo, 14 de novembro de 2010

A "arte" da Oração.

Atravesso um momento de crise na minha vida. Por vários motivos. Não somos máquinas, somos seres humanos frágeis. Até poderia dizer que este País se tornou nocivo para quem aqui vive, influenciando negativamente as nossas vidas, o refúgio dos nossos lares.

Mas sinto que a solução, a verdadeira, a única, reside no recuperar da paz interior através da Fé, do nosso abandono nesta, tentando elevar a nossa mente, o nosso intelecto, tantas vezes demasiado racionalista, para Deus.

Precisamos todos de rezar. Mas, curiosamente, esta é uma prática que tantas vezes falha, sobretudo por falta de tempo, por cansaço, quando chegamos a casa "estoirados" após um dia esgotante...

Como disse João Paulo II, é necessário aprender a rezar, a pôr em prática a "arte da oração".

Ora, esta "arte" ainda hoje a persigo...

Etiquetas:

6 Comments:

Blogger redonda said...

Também é uma "arte" que gostaria de saber praticar.

um beijinho e um Bom Domingo

Gábi

domingo, novembro 14, 2010  
Blogger Margarida said...

C.M., a questão talvez resida no facto de "orar" ser mais exacto para o acto de se abrir o coração ao Senhor.
Mesmo que Ele nos conheça melhor do que nos sabemos a nós próprios.
Não é necessário um local especial; basta fecharmos os olhos e estamos lá.
Ele ouve-nos a qualquer instante.
Estes dias plúmbeos passarão - mantenha a Fé.
Abraço amigo.

domingo, novembro 14, 2010  
Blogger C.M. said...

Beijinho e uma boa semana, Gábi!

segunda-feira, novembro 15, 2010  
Blogger C.M. said...

Margarida, tem razão: esta "mania" de "oficializar" as orações tem que se lhe diga!

Fecharmos os olhso e estamos lá é uma frase excelente e que deveria traduzir todo o nosso sentir...fechar os olhos e... estar lá!

segunda-feira, novembro 15, 2010  
Blogger al cardoso said...

Por vezes quase consigo, mas infelizmente e tambem uma "arte" nao conseguida na plenitude!

Se acaso descobrir uma formula, deno-la a conhecer.

Um abraco monarquico

segunda-feira, novembro 15, 2010  
Blogger C.M. said...

Um abraço monárquico também para si, al cardoso!

quarta-feira, novembro 17, 2010  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home