Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Saramago afinal acredita em Deus!


José Saramago veio hoje deitar mais achas para a fogueira, afirmando que “Deus é vingativo, rancoroso, má pessoa”.


Ora, afinal Saramago acaba de admitir que Deus existe! O homem tem coisas!

Etiquetas:

4 Comments:

Blogger ferreira said...

E,não sei se por ingenuidade, deixou escapar a seguinte afirmação:'faz-se publicidade a tudo,mas parece que é feio fazer publicidade a livros...'

quinta-feira, outubro 22, 2009  
Blogger C.M. said...

É isso, amigo Ferreira: um verdadeiro "lapsus linguae"...

quinta-feira, outubro 22, 2009  
Blogger joaquim said...

Meu caro amigo, um humilde conselho:
não perca tempo com quem não vale a pena perdê-lo.

"Não atiremos pérolas a porcos".

Coloquemo-lo nas nossas orações e confiemos em Deus.

Abraço amigo em Cristo

quinta-feira, outubro 22, 2009  
Blogger C.M. said...

Pois tem razão, meu caro amigo.

quinta-feira, outubro 22, 2009  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home