Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

sábado, 27 de dezembro de 2008

Pequenos momentos de felicidade...


Nesta tarde chuvosa, apetece estar em casa. Gosto de estar aqui, no Inverno, na companhia dos meus livros e da minha música. As chamas da lareira (onde, diziam os imperiais Romanos, vivia a deusa Héstia), aquecem o lar e o coração.

Héstia, a deusa da família, protectora do lar, simbolizada por este fogo que vive na lareira crepitante (bem, mas como diz o Óbelix, “estes romanos são doidos…”).

Mas bem sabemos que apenas Jesus é a Verdade, a única Verdade que nos sustenta no nosso dia-a-dia, a nossa única esperança e consolação. Assim, não compreendo a louca “correria” de ontem, no Corte Inglês aqui de Lisboa, em que todos se atropelavam (bem pisado que fui… por sinal por uma "miúda gótica", daquelas que calçam umas botas tipo montanha, e não fiquei com sentimentos muito cristãos não não...). “Ok”: também lá fui! Mas apenas para comprar, em estado de necessidade, uns bons pacotes de "Decaffeinato Intenso" da Nespresso para a minha “baby”, que ela ao fim do dia não pode beber café puro… fragilidades do sexo “fraco”... (?!?).

Então não é que a loja Nespresso da Av. António Augusto Aguiar, situada no edifício do Corte Inglês, mas independente do Centro, estava fechada?

E querem acreditar que ainda há pouco encontrei na despensa três embalagens do bendito Decaffeinato?

Enfim… por vezes os nosso olhos não querem ver… seja uma simples caixa de café, seja aquela Verdade que referimos…

Hoje ainda estive para sair, para jantar com uns amigos, como é costume aos Sábados à noite. Mas, parece que estamos todos no “lar doce lar” e, telefonemas feitos, vamos todos ficar em casa, pois que o tempo não está para brincadeiras, apesar de eu ver aqui da janela o vermelho das luzes dos carros, imensos na escuridão do asfalto, luzidio com a chuva que cai.

Há sempre alguém que não "aguenta" estar em casa; talvez a solidão partilhada num centro comercial seja mais suportável…



Aqui deixo um trecho do “Christmas Oratório” dessa alma bendita que foi Bach, que me tem acompanhado hoje, e ouvido seguramente mais de cem vezes (está a aparelhagem no “repeat” pois…).


Jésus, mon bonheur et mon délice,
Mon espérance, mon trésor et ma richesse,
Mon rédempteur, mon refuge et mon salut,
Berger et roi, lumière et solei! !
Ah, comment mes louanges peuvent-elles
Etre dignes de toi, Jésus, mon Seigneur?



Nota: volto a colocar aqui a reprodução deste belo quadro de Garofalo (Benvenuto Tisi 1481 - 1559): "Madonna and Child with SS William of Aquitaine, Claire, Anthony of Padua and Francis."
Que melhor companhia poderemos desejar?

Etiquetas:

7 Comments:

Blogger Margarida Pereira said...

Que lindo! Que maravilhoso 'post'!
Estou encantada com a sua 'existência', se me permite a tola expressão...
Tanta coisa renovada, um olhar diferente, galvanizante, sobre algo tão sensível (e até polémico)-a religião. No caso, a católica.
Falaremos a propósito. Em tempo. Se conceder.
Vou 'sonegar' um bocadinho para o meu sítio. Identificando, pois claro!
Que paz...
Que bom! :)

sábado, dezembro 27, 2008  
Blogger C.M. said...

Margarida, obrigado pelas suas palavras tão lindas e sentidas. Ainda bem que gostou.
Pode "sonegar" à vontade...

domingo, dezembro 28, 2008  
Blogger C.M. said...

Em tempo: aliás, é uma honra!

domingo, dezembro 28, 2008  
Blogger JúliaML said...

:-)

domingo, dezembro 28, 2008  
Blogger C.M. said...

Olá Júlia! "brigado" pela visita! :-)

domingo, dezembro 28, 2008  
Blogger Ka said...

Aqui estou eu a retribuir a visita e leio este delicioso este post :)

O primeiro parágrafo lembra-me logo a casa ds meus pais que tinha uma bela lareia. Quanto ao resto é precisamente a forma como gosto de passar uma tarde de inverno.

Retenho a sua frase acerca da solidão. Ainda por estes dias vi muitas caras de solidão no meio das comrpas desenfreadas.

Um excelente ano de 2009 para si e para a sua família!

terça-feira, dezembro 30, 2008  
Blogger C.M. said...

Obrigado Ka pela sua visita: a casa é sua!

Votos também de um bom Ano Novo (bem precisamos!).

terça-feira, dezembro 30, 2008  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home