Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

quarta-feira, 7 de maio de 2008

D. Manoel II, Rei de Portugal


No http://oprivilegiodoscaminhos.blogspot.com/ da minha amiga Júlia, a não perder o seu "post" de homenagem a D. Manuel II.



D. Manuel II que presenciou a morte do seu pai, D. Carlos, e de seu irmão D. Luís Filipe, perpretada por "agentes" da Maçonaria e da Carbonária, agentes esses (Alfredo Costa e Manuel Buíça) que as comemorações do centenário da (sangrenta) República pretende incensar como heróis e vítimas...




Etiquetas:

4 Comments:

Blogger Júlia Moura Lopes said...

oh, amigo, obrigada! :-)

Quanta delicadeza! A sua homenagem completa a outra que lá está! Belo!

A autora Cristina Ribeiro, está lá a defender o texto :-)

quarta-feira, maio 07, 2008  
Blogger cristina ribeiro said...

Que o bem querer dos nossos maiores à Pátria não seja nunca esquecido!

quarta-feira, maio 07, 2008  
Blogger Júlia Moura Lopes said...

Querida Cristina,

Enquanto houver vozes iguais às vossas que se alevantem, não será esquecido! :-)

beijinho

quarta-feira, maio 07, 2008  
Blogger Cabral-Mendes said...

Obrigado Amigas pela visita...

quarta-feira, maio 07, 2008  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home