Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

sábado, 26 de janeiro de 2008

Cem Anos de saudade...


Mão amiga (por sinal feminina...) fêz-me chegar uma petição, que circula "on-line", a fim de que o dia 1 de Fevereiro de 2008, centenário do Regicídio, seja decretado dia de Luto Nacional. E ainda que às 17:20 horas desse dia seja cumprido um minuto de silêncio, em homenagem a um dos maiores Chefes de Estado de Portugal e ao seu sucessor constitucionalmente consagrado: S.M.F. o Rei Dom Carlos I e a S.A.R o Príncipe Dom Luís Filipe.
O link é o seguinte:




De facto, durante este ano de 2008, evoca-se, e para já, no referido dia 1 de Fevereiro, os 100 anos do regicídio que vitimou o Rei D. Carlos e o seu filho primogénito o Princípe D. Luiz Filipe.

Várias iniciativas estão previstas no decorrer deste ano, que versam a figura do antigo Chefe de Estado.

A comissão organizadora conta com alguns nomes importantes da vida académica, política e social, sob o alto patrocínio da Fundação D. Manuel II.

Aqui fica igualmente o "link" da Comissão Organizadora "D. Carlos 100 anos":






Os actuais partidários de Afonso Costa devem estar roxos...



Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Cleopatra said...

Dizem por aí uns entendidos em história que , D. Carlos não era muito simpático aos olhos do povo Português.
O que é certo é que a minha avó gostava muito dele. Já da rainha nem tanto.
E segundo consta o Rei gostava muito de bacalhau com batatas...Seria??

terça-feira, janeiro 29, 2008  
Blogger Cabral-Mendes said...

É, ele era muito "popular" no sentido de gostar de coisas simples... mas lá que ele dizia que "isto" eram uns "cafres"... lá isso... mas tal também está à vista nos dias de hoje...

AH! Grande AVó!

quarta-feira, janeiro 30, 2008  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home