Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

terça-feira, 28 de novembro de 2006

Por fim, uma Cruzada!


Desde os finais do século XI até finais do século XIII organizaram-se, na Europa ocidental, grandes expedições contra o Islão, destinadas a retirar do jugo muçulmano o Santo Sepulcro, ou seja, a cidade de Jerusalém ( bem como Belém e Nazaré). Ou seja, reconquistar os locais onde Jesus Cristo viveu, onde a Igreja nasceu e que eram visitados por peregrinos cristãos.

Note-se que no ano 1009, o califa Haken destruiu a Igreja do Santo Sepulcro, e passou a perseguir os cristãos e peregrinos. Essa atitude foi um golpe terrível na Cristandade ocidental.

Ora, as expedições então efectuadas, denominavam-se “Cruzadas” porque os seus participantes “levavam a Cruz”.

Com efeito, a causa principal daquelas foi de ordem religiosa: os turcos proibiram as peregrinações cristãs ao Santo Sepulcro. Havia que recuperar, para a Cristandade, os lugares santos!

Hoje, a Europa cercada que está por um Islão de novo enlouquecido, vai ser representada por Bento XVI quando este, na sua viagem à Turquia, nos "levar" a todos, no seu coração, para as terras dos infiéis.

Cristãos da Europa, deveremos voltar a ser Cruzados pela sua defesa, neste Séc XXI!

2 Comments:

Blogger Cleopatra said...

Eu gosto de cruzadas...Mas não tenho nada contra os árabes.
Um dia destes explico! ;)

terça-feira, novembro 28, 2006  
Blogger Cabral-Mendes said...

Cara Cleópatra, é pena os homens não serem solidários, uma vez que habitamos todos o mesmo planeta...

Mas os muçulmanos estão agora na sua reconquista...é pena...

Então, fico à espera dessas explicações...

terça-feira, novembro 28, 2006  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home