Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

sábado, 11 de julho de 2009

Pessoas como nós.



"Somos todos iguais. Temos todos os mesmos medos e os mesmos sonhos. E nunca chegamos ao fundo da nossa solidão: o que nos separa são os diferentes caminhos que escolhemos para nos protegermos".


Margarida Rebelo Pinto, in "Pessoas como nós".

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger JúliaML said...

a imagem é bonita, o texto ..hummm
já sabe o que penso, não é mesmo? :-)))

domingo, julho 12, 2009  
Blogger C.M. said...

Sei sim querida Amiga. Que quer? Deu-me para qui. Este ano, em pequenos intervalos do dia ( ou da noite...), já li quse todos os seus livros: Alma de Pássaro, Diário da Tua Ausência, Não Há Coincidências, Sei Lá, Português Suave, Pessoas Como Nós.

Vou começar um livro de crónicas: "Onder Reside o Amor".

Boa questão!

Bjs.

domingo, julho 12, 2009  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home