Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Os caminhos de São Pedro e São Paulo.


No dia de hoje a Igreja comemorou a Solenidade de São Pedro e São Paulo. E a questão que ouvi no Ofício Divino de Domingo, celebrando já as vésperas desta Festa, foi esta: Quem é Jesus Cristo para os homens de hoje? Que representa Ele neste nosso mundo tão tecnológico, tão frio e distante do Mistério?

Quem é Ele?

Para mim, pobre pecador, a contas com uma vida tão atribulada, é Aquele que me pode salvar de mim mesmo. Jesus cura-nos o corpo e a Alma. Somos, de facto, doentes necessitados de salvação, de purificação. Somos imperfeitos e as nossas histórias pessoais as mais das vezes um drama nunca superado.

Mas é a Fé que cura e dá Esperança e colorido ao nosso quotidiano. E Jesus espera que nós nos transformemos em “Pedros” e convertidos em “Paulos”.

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Margarida Pereira said...

Não tem ideia de como é benfazejo vir aqui...

obrigada.

terça-feira, junho 30, 2009  
Blogger C.M. said...

pois não faço ideia, querida amiga. Que seja para desconto dos meus pecados, como soi dizer-se...

terça-feira, junho 30, 2009  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home