Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

domingo, 12 de julho de 2009

O Amor é isto... I


O Amor é isto... e toda a inquietação que o verão nos traz. A sua luz, o seu cheiro a liberdade e o desejo de partir, levar a nossa companheira para muito longe e começar de novo...

Etiquetas:

4 Comments:

Blogger Margarida Pereira said...

...'começar de novo' com a mesma companheira é de nota...
Curioso que qualquer estação do ano o deixa a...levitar.
Bonito, isso.

terça-feira, julho 14, 2009  
Blogger C.M. said...

Com efeito, cada estação do ano representa para mim diferentes estados de alma e, de facto, cada um deles me deixa a levitar. Bem observado...

quarta-feira, julho 15, 2009  
Blogger JúliaML said...

espero que à noite, pelo menos aterre, CM , para bem da susa senhora :-))

quarta-feira, julho 15, 2009  
Blogger C.M. said...

Ai, aterrar como? Ando sempre a levitar... Juízo!... (diz ela...)

quarta-feira, julho 15, 2009  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home