Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Hoje sinto-me americano!


Tive de conter as lágrimas quando ouvi na televisão o extraordinário discurso de Barack Obama, discurso esse que deveria empalidecer de vergonha (se a tivessem) os tristes governantes desta agonizante Europa, ateia, indiferente, envergonhada das suas raízes e, muito em particular, os deste nosso pobre País.

Aqui, nesta terra, também já houve políticos com visão, com um projecto de futuro, que também sabiam transmitir ao povo um sentido de destino colectivo, construindo todos os dias uma Nação galvanizada para a realização de grandes desígnios.

Como estamos (infelizmente) habituados aos discursos vazios, ocos, pobres, dos nossos políticos de trazer por casa, apenas tristes vendedores de banha da cobra, sem visão de futuro, sem estratégia para o amanhã, sem mensagem de esperança!…


Embora admire o extraordinário percurso de John McCain, que sem dúvida seria um grande Presidente, não é possível ignorar todo o simbolismo que representa a eleição de um afro-americano para a presidência dos EUA, e a esperança que Obama traz para todo o mundo: quer gostemos ou não dos EUA, eles representam ainda e sempre a verdadeira democracia à face da terra, País onde tudo é possível, e onde o "american dream" ainda é uma realidade.



“Há novas energias para aproveitar, novos empregos para serem criados, novas escolas para construir, ameaças para enfrentar e alianças para reparar.

O caminho à nossa frente vai ser longo. A subida vai ser íngreme. Podemos não chegar lá num ano ou mesmo numa legislatura. Mas América, nunca estive tão esperançoso como nesta noite em como chegaremos lá.

Prometo-vos. Nós, enquanto povo, chegaremos lá.”

Barack Obama



Algum dos políticos abrilistas cá da terra seriam capazes de transmitir uma mensagem com esta carga de poesia e de esperança?!


Nós, portugueses, provavelmente nem merecemos um Presidente assim… amorfos que somos, alheados, egoístas, sem coragem para lutar...
Nota: foto retirada do "Boston Globe" - "President-elect Barack Obama, his daughters Sasha and Malia, and wife Michelle waved to supporters last night in Chicago's Grant Park."

Etiquetas:

3 Comments:

Blogger joaquim said...

Uma réstea de esperança...

Abraço amigo

quinta-feira, novembro 06, 2008  
Blogger C.M. said...

Esperança, diz bem meu amigo.

Um Abraço também para si.

quinta-feira, novembro 06, 2008  
Blogger JúliaML said...

e é tão bom, haver esperança!

:-)

quinta-feira, novembro 06, 2008  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home