Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Se eu não te amasse tanto assim...



"Se eu não te amasse tanto assim
Talvez perdesse os sonhos
Dentro de mim
E vivesse na escuridão
Se eu não te amasse tanto assim
Talvez não visse flores
Por onde eu vim
Dentro do meu coração... "



[Ivete Sangalo cantando com Roberto Carlos, no álbum deste “Duetos”- (“Se eu não te amasse tanto assim”)].


5 Comments:

Blogger redonda said...

Muito bonito!

quinta-feira, setembro 06, 2007  
Blogger Ni said...

LINDO...
... Tão, tão lindo...

Sorriso.

Ni*

quinta-feira, setembro 06, 2007  
Blogger Cabral-Mendes said...

Ai o Amor! Até nos doi!

Talvez seja o medo de um dia...


Meu Deus, fazei-nos viver no Teu Tempo, o qual não tem limites...

sexta-feira, setembro 07, 2007  
Blogger Cleopatra said...

Também gosto dessa música. E daquela : -"Qdo a chuva passar"

Ai que somos irremediavelmente romanticos.

sexta-feira, outubro 05, 2007  
Blogger Cabral-Mendes said...

Irremediavelmente, Cleo!

terça-feira, outubro 09, 2007  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home