Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

domingo, 24 de janeiro de 2010

Breve Sumário da História de Deus ou como Gil Vicente ainda vive.


Neste Sábado à noite assisti, no lindo Teatro D. Maria II, à peça de Gil Vicente “Breve Sumário da História de Deus”.


Estreado na corte de D. João III “na era do Senhor de 1527”, o auto conduz-nos velozmente por dentro da Sagrada Escritura – do pecado original à Ressurreição de Jesus Cristo.


E penso como esta peça é oportuna neste tempo de descrença e de ausência de valores. Enfim, de desnorte.

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger joaquim said...

Ai meu amigo, se não ouvem a Voz de Deus nas Sagradas Escrituras, como a hão-de ouvir na peça de teatro?

Mas esperemos e tenhamos confiança, porque é d'Ele a vitória.

Abraço amigo em Cristo

terça-feira, janeiro 26, 2010  
Blogger C.M. said...

Pois... na verdade! Mas a assistência estava tão calada... espero que numa onda de "introspecção"...

Um Abraço Fraterno!

sexta-feira, janeiro 29, 2010  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home