Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

A Poesia é a nossa Alma a gritar... II (no Primeiro Dia do Ano da Graça de Dois Mil e Dez).


No primeiro dia do Ano da Graça de Dois Mil e Dez...


Terror de te amar num sítio tão frágil como o mundo.


Mal de te amar neste lugar de imperfeição

Onde tudo nos quebra e emudece

Onde tudo nos mente e nos separa.


(Sophia de Mello Breyner Andresen, in "CORAL", Ed. Caminho).


Nota: a belíssima foto é da autoria de Nuno Manuel Baptista, intitulada, precisamente, "Amor"... Com a devida vénia.

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger maria said...

a propósito de poesia, apareça no meu blog que também a poesia é o tema do último post do ano passado:)
Ano Novo cheio de Felicidade.
xi
maria

sábado, janeiro 02, 2010  
Blogger C.M. said...

Olá Maria! Um Bom Ano para si e para os seus!

Vou lá aparecer de "certezinha".

Bjs.

sábado, janeiro 02, 2010  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home