Dies Domini

Sartre escolheu o absurdo, o nada e eu escolhi o Mistério - Jean Guitton

A minha fotografia
Nome:
Localização: Lisboa, Reino Portugal Padroeira: Nª Srª Conceição, Portugal

Monárquico e Católico. intransigente defensor do papel interventor do Estado na sociedade. Adversário dos anticlericais saudosos da I República, e de "alternativos" defensores de teses “fracturantes”. Considera que é tempo, nesta terra de Santa Maria, de quebrar as amarras do ateísmo do positivismo e do cientismo substitutivo da Religião. Monárquico, pois não aliena a ninguém as suas convicções. Aliás, Portugal construiu a sua extraordinária História à sombra da Monarquia. Admira, sem complexos, a obra de fomento do Estado Novo. Lamenta a perda do Império, tal como ocorreu.

terça-feira, 31 de julho de 2012

Saint-Exupéry - memória



Em 31 de Julho de 1944, Saint-Exupéry caiu no mar durante um reconhecimento aéreo sobre Grenoble e Annecy, com o seu Lightning P38, vítima do nazismo alemão (hoje em vigor através do domínio económico…).
Durante cerca de 40 anos numerosas pesquisas foram levadas a cabo, todas em vão. Até que um dia, em 1998, um pescador descobriu, na costa de Marselha, alguns artefactos (como uma pulseira com o seu nome) que terão pertencido ao último grande romântico e sonhador do século XX, e provavelmente (como vão as coisas…) o último da Humanidade.
Em 2004, os destroços do avião que pilotava foram finalmente encontrados na costa de Marselha, mas o seu corpo nunca foi encontrado.
 O aviador alemão Horst Rippert assumiu, mais tarde, ser o autor dos tiros responsáveis pela queda do avião.
 Há factos e homens que não devem ser esquecidos...
 

2 Comments:

Blogger redonda said...

Gostei muito de "O Principezinho" (já consigo voltar aqui sem problemas :)

quarta-feira, agosto 08, 2012  
Blogger C.M. said...

Olá Redonda! Ainda bem! Bjs.

segunda-feira, agosto 20, 2012  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home